Montar uma rede estruturada em empresas modernas tem sido a solução buscada para aumentar a performance e a vida útil das redes. O cabeamento estruturado colabora para a economia de tempo e dinheiro, mas, principalmente, para o gerenciamento da rede.

O padrão para instalação de redes locais é um trabalho complexo, que se baseia em normas para instalação de cabeamento, topologia da rede etc.

Mas como funciona o cabeamento estruturado?

A ideia de cabear uma empresa centra-se na organização e padronização da disposição de uma rede de cabos e meios de transmissão. Isso possibilita a integração de serviços de dados e voz, podendo ser redirecionada facilmente por caminhos diferentes.

Dessa forma, o cabeamento serve para colocar pontos de rede em todos os locais onde eles possam ser necessários. Os cabos vão para um ponto central, onde ficam os switches e outros equipamentos de rede. Os pontos não precisam ficar necessariamente ativados, mas a instalação fica pronta para quando precisar ser usada.

O resultado desse trabalho bem feito é instalar o cabeamento apenas uma vez e descartar a necessidade de fazer modificações cada vez que for preciso adicionar um novo ponto de rede.

A importância do Cabeamento Estruturado

Com o grande volume de novas tecnologias que surgem a cada dia, é comum a instalação de sistemas de cabos que interligam redes de computadores de forma improvisada. Muitas vezes, essas ligações são feitas sem que haja o mínimo planejamento e observação de técnicas específicas e, a má estruturação do cabeamento representa 70% dos problemas que costumam ocorrer nas redes de computadores.

No Brasil, a maioria das empresas não investe no sistema de cabeamento estruturado e não possui um projeto para uma futura expansão do parque tecnológico. O cabeamento estruturado surgiu com a solução para a expansão dos serviços de telecomunicações.

O que é Cabeamento Estruturado?

Sistema de Cabeamento estruturado

O sistema de cabeamento estruturado foi construído para permitir o tráfego de todos os tipos de sinais elétricos (áudio, vídeo ou dados de telefonia). Esse sistema baseia-se na padronização de interfaces e meios de transmissão, de maneira que o cabeamento seja independente ao design do ambiente.

O cabeamento estruturado permite mudanças, manutenções e implementações de maneira bastante rápida, segura, eficiente e controlada. Tanto que é obrigatório seguir o padrão de identificação elaborado para administrar e documentar qualquer mudança de ocupação em um edifício comercial. O objetivo da padronização é evitar erros ou dúvidas relativas aos cabos, tomadas e posição de usuários.

O sistema de cabeamento estruturado é instalado por baixo de pisos, canaletas, dutos, dentre outros. A vida útil deste sistema, se bem construído, é de no mínimo 10 anos. Esse período equivale à média da vida útil de ambientes comerciais.

No total, o sistema de cabeamento estruturado é composto por 6 subsistemas, cada um com suas próprias especificações de instalação, desempenho e teste.

Cabeamento Horizontal (Horizontal Cabling);
Área de Trabalho (Work Area);
Cabeamento Vertical (Back Bone);
Armário de Telecomunicações (Telecommunications Closet);
Sala de Equipamento (Equipments Room);
Entrada de Facilidades (Entrance Facilities)

Rack de cabeamento estruturado

Quando instalamos todos os cabos que compõem o cabeamento horizontal, fazemos sua instalação em cada área de trabalho e na outra ponta, no hardware de conexão escolhido. Este hardware de conexão deve ser protegido contra o manuseio indevido por parte de pessoas não autorizadas, para que isto não aconteça, instalamos todos os hardwares de conexão, suas armações, racks, e outros equipamentos em uma sala destinada para esta função.

Um armário de telecomunicações deve ser instalado levando-se em conta algumas premissas básicas:

Quantidade de áreas de trabalho;
Disponibilidade de espaço no pavimento;
Instalação física;
Disponibilidade de Utilidades (Ar Condicionado, iluminação, etc.).